Rossandro Klinjey - Maturidade do Senso Moral

by: SEJA.TV

Download this transcript

Transcript:

[1.09]
[Música] boa noite a todos sexta feira passada depois de sair da equipe campineira três da manhã consegui chegar numa cidade chamada barra do garça no interior do mato grosso às nove da noite e completamento e offline do mundo e que estava acontecendo quando eu cheguei no restaurante teve acesso aquilo que todo mundo necessita para sobreviver wifi e quando tiver sorte foi a primeira coisa que aconteceu foi que ao tav na esquerda isael tável começou a me pedisse preces pela frança e eu porque essa questão tão bem quem tá morre a gente não estava sabendo nada estava acontecendo quando ele me disse que havia tentado eu comecei a fazer nos telejornais o evento que de certa forma passei um pouco da noite do be mesmo cansado mim atualizado sobre os acontecimentos de deus também foi um dia intenso sobre isso e sempre que acontece essas coisas acho que vale a pena a gente refletir sobre um evento desse porte esse momento da história humana o sentimento que nos toma o sentimento de angústia coletiva que toma conta do planeta um sentimento de depressão que toma conta das pessoas dentro desses eventos como se não bastasse nossos dramas pessoais aqui no brasil não menos impactantes como a corrupção como a crise política uma crise econômica e ainda mais um desastre que não foi ecológico que não foi da natureza que foi de responsabilidade humana que aconteceu em minas gerais e que tem gerado uma certa revolta de alguns brasileiros nas redes sociais pelo fato de que os eventos de paris tem chamado mais atenção da nossa mídia do que tem acontecido lá na frança embora a gente tem que lembrar que embora que também tem sido uma ação humana muito mais uma omissão que gera uma consequência sem sombra de dúvidas o que existe no evento em paris que chama a atenção é o reacender de um conflito que cada vez se evidencia entre duas formas de ver o mundo e que às vezes nos vem de forma muito simplista para que a gente possa entender o fundamentalismo religioso então pensando nisso e pensando na resposta o evangelho sobre essas questões a gente poderia escolher sob prisma a gente vai analisar essa questão do ponto de vista político todos nós temos um monte de documentários nós temos grandes especialistas nos várias mídias escrita televisiva e de internet dando opiniões nos esclarecendo sobre vós histórico recente do oriente as divisões políticas pode ser guerra mundial as dificuldades que se tem nós enquanto do ponto de vista histórico também sabemos que existe um sentimento de revanche reprimido no inconsciente coletivo dos muçulmanos que morreram não aos milhares mas aos milhões durante as cruzadas quando nós cristão de estarmos lá matando em nome de jesus e agora vemos que estamos morrendo em nome de alá pequeno para nós que somos espíritas essa idéia de uma lei de causa e efeito coletiva ela faz todo sentido para todas as pessoas falta esse elemento de análise que empobrece uma compreensão mais profunda desses eventos uma outra coisa que chama atenção também é que nós não devemos desconsiderar os fatores de ordem política mesmo que a ordem não há divisões entre xiitas e sunitas os interesses econômicos por trás do petróleo dos que utilizam o discurso religioso para manipular as pessoas ontem hoje e ainda acontecerá no futuro mas no capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo em que sinaliza o cd perfeito como prefeito é o vosso pai que está nos céus o os espíritos nos falam de um de um tempo de estágio do desenvolvimento íntimo que de certa forma seria o responsável por nos blindar aceder às paixões mais mesquinhas tanto ponto individual como de atender a essas questões o que é importante esse foco agora ou seja que eu não vou fazer nada política eu não fazer uma análise histórica nem muito menos ronaldo filosófica fazer uma análise psicológica a partir do próprio evangelho que nos fala do da maturidade do senso moral porque o que chama atenção é o seguinte são mais de 1 bilhão e 200 milhões de muçulmanos no mundo e claro que é uma minoria muito pequena que chega a esse extremo de entender que já que você não pensa como eu já que sua cultura não é como a minha já que você diz respeito à minha forma de ver o mundo vou te matar a primeira questão que a gente coloca é porque alguns são suscetíveis ao discurso fundamentalismo não só no islã mas em todas as religiões porque alguns são suscetíveis aos fundamentalistas e outros não que características são essa porque uma vez que a gente identifica a gente pode pensar podemos desenvolver essas características nos que ainda não as possui ou seja as pessoas que não têm essa maturidade desenvolvida podem ter esse centro desenvolvido de que modo de que forma e como nós podemos contribuir saindo desse discurso de causos de medo e angústia perdendo a noção de que quem realmente ordem no universo a deus e que todas as coisas acontecem segundo ordenamento que nos escapa já que nós vemos apenas uma perspectiva temporal mundo resistência e ele enxerga um plano eternidade que não escapa mesmo não tem como a gente alcançar porque nos faltam sentido pra isso então nesse momento a primeira questão que fica para nós é a alguma ordem no universo que não obedece a uma ordem suprema mesmo que nós temos um livre arbítrio relativo nosso livre arbítrio é relativo e se essa ordem está costa e nós entendemos as lei de causa e efeito nós entendemos que são processos de encontros e desencontros que estão sendo replicadas tanto pontos dos indivíduos como as coletividades a dívida do mundo cristão com o mundo muçulmano a partir dos eventos das cruzadas é muito grande se fossemos apenas usar como critério o número de pessoas que os cristãos mataram para tentar recuperar a israel ou a terra santa na época israel mas jerusalém ea terra prometida é de uma ordem muito mas muito maior do que o número de cristãos que foram mortos até agora com os atentados terroristas vindos muçulmano primeiro dizer que não vem do mundo muçulmano vem de uma parcela pequena de pessoas que têm uma leitura equivocada do alcorão como também existe uma parcela pequena de pessoas que têm muito equivocada do velho testamento do novo testamento enfim todos os grupos têm pessoas que não têm a maturidade do senso moral então esse capítulo do evangelho vai tentar nos esclarecer que de que modo há uma divisão entre as pessoas ea primeira coisa que nos faz então é trazer um texto do evangelho de mateus que está no capítulo 44 veículos e 45 e 48 em que jesus nos faz uma solicitação para dar um passo além do que havia sido proposto no relacionamento com o inimigo no antigo testamento na torá judaica ele faz referências a três trechos de peso dos provérbios e que depois também o próprio pedro referendo se ainda ele reforça só que ele ele a venda à idéia de um estado que não pode ser realizada por nós vamos aos textos para que a gente possa empreender no livro de êxodo dos que faz parte do pentateuco judaico no capítulo 20 e 35 de quatro a cinco dias seguintes se encontrar dos desgarrado o boi do teu inimigo ou seu jumento devolva para ele nós sabemos que a nossa sociedade rural e que esses animais que o importante é muito significativa e que muitas vezes era o que fazia uma pequena fazenda funcionar então obviamente que não devolver ficar usurpa o boi um jumento mesmo de o inimigo não teria sentido então a sua proposta para um povo que visa a cada inimigos que mesmo que esse jejum mente esse boi fosse um inimigo ele teria que devolvê-lo em provérbios um capítulo 25 25 21 24 se disse o teu inimigo tiver fome dar de comer esse dever seriedade bebê então nós saímos de e devolva o que é do inimigo para tratar bem o inimigo o que nós percebemos ao longo dos textos é que vai havendo uma evolução no entendimento de como minha relação com quem pensa diferente de mim com quem crê diferentemente com quem têm posições diferentes das mídias primeiro não posso no palco é dele depois eu tenho que tratar bem o que já é difícil tratar bem o inimigo hoje na nossa vida imagine pessoas que você detesta você não gosta que lhe fizeram mal tratar bem essa pessoa para nós já é um desafio competitivo emocional e apito final já é um desafio jesus ele acha pouco isso eu digo que ele avança na fase do jogo ele pede para a gente na próxima fase se devolver o que é do outro - o inimigo é importante e se você encontrar com fome é importante tratá lo bem e me disse o seguinte eu vos digo amai os vossos inimigos é como a gente pode fazer é pegar pesado agora se já é difícil devolver o que é inimigo muito menos tratar do enigma maior inimigo é complexo mas ainda embora nós saibamos que a secção de amor aqui não quer dizer que você vai casar com ele embora algumas pessoas para se casar com o inimigo mas não é o tema de hoje então que ele vai dizendo fazer o bem aos que vos odeiam ele pede para que a nossa atitude em relação ao outro seja uma atitude contrária do outro no primeiro momento essa loucura mas como é que pode isso a gente vai entender porque paulo faz uma leitura muito significativa depois orai pelos que vos perseguem caluniam e shank complicado isso aquela pessoa que lá no meu trabalho me caluniou inventou uma história do extremo relacionamento qualquer coisa que eu seja eu tenho que orar por ela para ser o espelho de vosso pai que está nos céus a então isso é uma condição de filiação eu tenho a condição de filiação mas essa condição não está dada quando você é filho de deus e pronto e existe então certas características em mim que eu preciso construir para que eu tenha o merecimento de mim sentir na experiência de se dissipar então pra que o sintaf desse pai eu tenho que amar os outros filhos dele é muito complicado essa equação emocional 10 no momento está com ódio de uma pessoa imaginar que deus ama ela profundamente a protege imagina pessoas e que já levou a moment terríveis e você imaginar deus amando protegendo essa criatura mas não se omitindo na justiça porque deus não queria ferir do papai deus não deixa um filho atropelar e matar uma pessoa e tenta esconder o filho não ele leva à justiça mas cuida e ele mesmo advogado de defesa mas entende a importância da punição mas deus ama perdidamente a pessoa que você mais odeia imagina isso como isso emocionalmente nos a rocha um turbilhão de situação ele ama profundamente a pessoa que eu mais odeio ea pessoa que eu mais odeio ela tiver por mim o mesmo sentimento ela também não sabe mais deus me ama profundamente talvez pra elas também é muito perturbador porque a melhor idéia é de que deus não amo meu inimigo porque eu posso tratá lo então o primeiro princípio do fundamentalista é dizer que deus é deus somente dele porque no momento que eu de que deus é somente nem você não culto meu deus eu não preciso ver você como objeto de amor desse deus é bom mas a gente poderia apelar para a razão de fundamentalistas e os seguintes vez só já que você acha que porque eu não tem sua religião eu vou pro inferno é uma punição tão grande não quem não tem que matar vou passar vídeo terá de me chama do mármore do inferno conforme da religião e 30 vai me matar mas já basta de deus para punir o teu deus vai punir argumento racional não vai servir porque neste momento o objetivo não é mais a conversão é a guerra que perdeu alvo é o objetivo de um fundamentalista seria que você aceitar seu deus como ele quer depois que começa o conflito ele não tem mais essa intenção ele quer lhe destruir porque mesmo quando você está dentro de alguém que aceita também o mesmo deus por exemplo quando um xiita matando sunita é muçulmana matando outros o ano quando os protestantes católicos na irlanda do norte se matavam era um cristão matando cristão mas acontece que eu sou cristão de verdade você não é eu sou muçulmano de verdade você não é então se eu sou capaz de matar um igual a mim imagine como eu tenho disponibilidade emocional de matar quem é diferente de mim mesmo e o objetivo inicial que seria uma cruzada de conversão não é mais esse o objetivo passa a ser uma cruzada de destruição ao invés de um discurso de fraternidade nós temos um discurso fraticida o meu objetivo é matar e aí nesse ponto não é a pela racionalidade nesse ponto não se pode apelar por discursos de vamos compreender nesse ponto é necessário que as instituições do planeta entra em ação no sentido de conter não destruir aqueles que assim querem proceder óbvio que isso dito assim é muito fácil mas o set por exemplo se você é o primeiro ministro da frança se você é o presidente dos estados unidos ou a primeira ministra a chanceler da alemanha não dá pra ter discurso número negociação política mas aqui também no objetivo de analisar a analisar na intimidade lado o sujeito que acha que pode matar outro que acontece na cabeça dele ea jesus continua uma ou o qual faz mais e porque para que nós tenhamos que amar essas pessoas nós temos que perdoar por elas para ter um filho de deus porque o deus faz o sol nascer sob bom e mau devido às chuvas sobre justos e injustos e essa própria ordem é interessante porque ele faz um som mais ser sobre bons e sobre malas


[933.11]
o que é uma coisa digamos o ponto de vista do do clima mais positivo enquanto que a chuva vem para os justos e depois para os injustos a intempérie vem pra quem pode suportar primeiro e muitas vezes a gente pensa pessoas que têm uma vida mais regrada mas honesta reclamar comigo a coisa mais difícil como irmãos que bebe não acontece nada do que óbvio que você pode suportar mais que ele por isso que a chuva primeiro vem sobre os justos e depois os injustos e aí continua para que se não usa mais senão como vão que recompensa a band ter se é mais só para as pessoas que amam você que recompensa você pode querer ter a ele ele vai criar um critério para que a gente se choque não adianta você amar sua mãe é óbvio que a amazônia é como você então sim mas sua mãe agora os publicanos também não a mãe deles qual a diferença que você publicando que você soma sua mãe publicando também ano a mãe dele o homem-bomba a mãe dele se você só uma sua mãe vai depender de você um homem bomba ele vai apelando pra essa razão e nos incomodando e se você saudar somente ao vosso irmão que tem especial nisso gentil também fazia os mesmos seja as pessoas que não eram judeus não tem aquela crença ele vai provocando que o diferente faz a mesma coisa que você pra você realmente superior em fazer algo além dele algo além dele não falei também sentiu cedo e voz pois perfeito como vaso nosso prefeito é óbvio e normalmente eu queria ao final dizer que a gente poderia atingir a perfeição de deus mas ele tem que oferecer um modelo eu preciso de um critério moral para que a partir desse critério moral estabeleça a ordem e um projeto para seguir então quem é que ele poderia apontar naquele momento herodes pilatos alguém do sinédrio não deus como aquele que ama todos indistintamente seria o modelo pra mim já que deus indistintamente faz o sol nascer sobre justos e injustos acho injusto justos e injustos ele que a matou igualmente distribuir seus bem eu tenho que seguir como modelo também tem que fazer isso com todos igualmente mas é quando temos aqui o primeiro peso no capítulo 25 23 quando se diz quando e frutados não revida quando sofria não fazia ameaças mas entregava me aquele que exerce há plena justiça em seu juízo é que pedro dizendo aqui pra gente porque eu não revidou porque eu não faço porque essa cobrança não é minha a mais tudo bem eu vou - ele foi injusto vai ficar sem punição não mas essa cobrança não é minha primeiro do ponto de vista material e deixa os órgãos judiciais imperfeito mas existem que têm essa missão de ordem na justiça porque senão você bate no meu carro com raiva sáb dom pedro na sua cabeça é assim que acontece quando o aparelho jurídico não funciona as pessoas estão fazendo justiça com as próprias mãos se perde até o tempo dentro e por onde bater no seu carro bateu no meu se vai lá e me mata recuar lei do talião antiga lei do talião a pena e do completamente proporcionar o crime o que não terminarem jurídico então evita a justiça humana que não dá conta da das brisas das agressões visíveis e puníveis porque são visíveis e denunciadas e a justiça divina que dá conta daquelas agressões que ninguém vê que você faz com você mesmo por exemplo nessa perspectiva o evangelho segundo o espiritismo analisando essa passagem evangélica vai nos dizer então sobre por que algumas pessoas mesmo tendo acesso a uma manifestação espiritual há uma verdade porque q1 e se tocam se modificam e outras ficam na superfície e é claro como se trata da relação da doutrina espírita e vai usar essa doutrina como a análise principal em que ele vai dizer seria para compreender preciso necessário um deles é fora do comum não pois o homem simples conseguem compreender e outras pessoas completamente notória incapacidade não consegue entender então seria os os adultos mais capaz de entender ele vai ver não tem pessoas maduras que não compreende enquanto adolescente jovem companhia em profundamente ou seja nenhuma das análises do ponto de vista seria maturidade e inteligência que capacitará um homem a entender melhor manifestação espiritual superior não isso não responde isso acontece porque a parte de qualquer maneira material da ciência não querer mais do que os olhos se observa então a ciência é fácil porque todo mundo pode entender o momento que a observação material o copo foi de seu enquanto que no que diz respeito à essência existe um certo grau de sensibilidade aqui podemos chamar de maturidade do senso moral à então tá então tem pessoas que são jovens e têm uma maturidade do sexo oral e tem pessoas que são adultas e não tem tem pessoas que são cultas e não tem maturidade do senso moral e tem pessoas simples que tem e todos nós na nossa experiência pessoal conhecemos pessoas assim pessoas que não teve acesso a uma cultura acadêmica mais bem acabada no entanto tem um senso moral de justiça e vive como se conhecesse toda uma doutrina jurídica enquanto tem pessoas que têm conhecimento acadêmico profundo mas não vive um senso moral nós também conhecemos nossa crença pessoal pessoas maduras que são completamente moralmente infantilizados e quando também conhecendo nosso convívio jovem das nossas famílias para entre os amigos que manifesta desde muito cedo um senso moral bastante claro bastante determinado e delimitado enquanto que nós temos o adulto que não amadurece que hoje é um fenômeno este dado como adulta e senti o adulto que permanece adolescente nós temos a criança que antecipadamente amadurece do sexo oral então é claro que é mais fácil para nós entendemos numa perspectiva como nós somos reencarnacionista nós podemos entender então que tem pessoas que têm uma experiência anterior de amadurecimento moral que manifesta assim que encarna a mesma infância enquanto que outro aí digamos patinando no próprio projeto evolutivo já maduro continua sem essa maturidade então eles continuam dizendo que nesse caso das pessoas que não têm a maturidade elas têm como que um nevoeiro que impede a visão de linn do infinito qual é o resultado desse nevoeiro de não ter esse senso e maturidade moral e não conseguiu observar além do próprio ego do próprio umbigo infantilizado eis porque não conseguem romper facilmente com seus gostos e seus hábitos e quando você pensa na cultura fundamentalista ela reforça hábitos gostos eu acho que muitos de vocês devem ter recebido vários pequenos vídeos que circulam nos últimos dias nas redes sociais macs ap sobre o discurso de muçulmano como é que eles vêem um mundo que eles querem para o mundo desde os sunitas tranquilamente que não são radicais e eu seria um vídeo de um pregador sunita numa numa mesquita na noruega que pede para que a câmara volte para toda a platéia e diz assim que eu não sou radical islâmico começou o pregador de hoje à noite eu quero que a câmara se volte para toda a população que aqui era um edifício mais ou menos tamanho de homens e que eles e vocês são se vocês são muçulmanos comuns e normais somos vocês são fundamentalistas não somos fundamentalistas mas vocês acreditam que um homem igual a mulher não quis levantar a ênfase allahu akbar deus é grande e eles e vocês acham que o que está escrito na no alcorão um jogo de punição e até a morte é justo a todos os justos é justo também pensa assim não só são os fundamentalistas ou seja nós temos que pensar no que está pra mim no mundo porque isso não é para nos assustar é por nós da noção do nosso compromisso moral de fazer a sobriedade da fé aquecer os corações da raça humana é entender a proposta de kardec quando diz não será o espiritismo a religião o futuro mas se propõe ser o futuro das religiões nesse capítulo em particular seria o espiritismo futuro das religiões no momento em que consegue mostrar possibilidade de ver deus em todo canto de deus em toda crença e do chamado discurso da fraternidade e não do fato e vídeo isso sim é uma contribuição que nós não só podemos nós devemos e necessitamos da luz pra para honrar o compromisso que temos de sermos chamados como trabalhadores da última hora e aí continua a nascer o evangelho aqueles que não conseguem essa evolução desses moral que estão neste roteiro eles não compreendem que possa haver melhor além daquilo que eles vivem passou em não conseguem ver que pode tê-los do outro lado propositalmente de deus que potter chegou a pessoa que que tem aquele preconceitos regionais e que acha que a gente tudo em a queda de jumento que a gente não tem nenhum dos recursos civilizatório que eles têm imagina que ofertaram que todo o interior do nordeste a pobreza absoluta e de uma total do recurso àquela visão preconceituosa então essa incapacidade de enxergar o outro não só do ponto de vista material mas sobretudo espiritual e não vê e aí o evangelho continuou dizendo que essas pessoas elas apegam se muito mais ao fenômeno do que a moral ainda se referindo aos espíritas que são atraídos pela manifestação espiritual mas não pela proposta moral recebi até uma imagem whatsapp que era uma chantagem em vários grupos espíritas que fazer o espírito e essa é uma chácara assim dia de cura no centro espírita de uma fila de evangelho quase ninguém o que as pessoas querem o fenômeno mas não quer reforma elas querem se curar das doenças mas não querem circular do comportamento que gera uma nova doença que exige esforço pessoal a cura da doença alguém vai lá e por merecimento não você vai lá e tem o indivíduo melhorado até curar nas várias religiões agora a reforma moral é saúde preventiva porque se a doença é um há em alguns aspectos a doença manifesta se eu adoecer moral momento que eu amadureci moralmente a doença não é mais a necessidade da minha noção eu não busco mais a cor porque eu estou fazendo profilaxia moral dentro de mim mas se inserindo não somente aos espíritas mas a todos os religiosos forma geral há os que vivem da aparência da manifestação espiritual e aos que vão entender um pouco mais profundamente a essência pedem ao alto seja na religião qualquer que seja incessantes novos mistérios sem fim da gastos são dignos de penetrar nos serviços do criador tem uma novidade tem uma coisa nova tem às vezes são leitores de todas as obras de todos os romances dos mais atuais são capazes de nos dizer coisas impressionantes mas não de manifestações em suas vidas aí a um entendimento a uma atração intelectual pela proposta mas aquela proposta não tocou para uma reforma moral são afinal os espíritos imperfeitos os espíritos imperfeitos alguns dos quais estacionou no caminho ou se distanciam dos seus irmãos de crença porque eles fazem isso porque é interessante na nasa onde é que eles vão me perguntando e respondendo ao mesmo tempo porque ele se distanciam do seu irmão de crença por que recuam ante a obrigação de se reformar em tudo que a gente quer que alguém faça por nós é óbvio é a lei do menor esforço da banca tem um curso de mandarim um chip que você bota no seu telefone aí você dorme escutando essa recurso e em seis meses aprendi a falar mandarim quem não comprar eu compraria um curso de física quântica qualquer coisa que seja que seja automática rápida sem muito esforço a gente quer acontece que as reformas moraes elas não são ligados a outro e não acontecem sem esforço porque nós temos que mudar hábitos antiquíssimos não é ato da infância ato de existências exige esforço além disso porque prefere a companhia todos que participam de suas fraquezas então eu vou ficar junto de quem concorda comigo especial que querem gastar de forma íntima joanna de ângelis o cpf o homem integral em busca de si mesmo embora se pensar vivo está refletindo sobre as emoções se perguntando como o santo agostinho a noite foi o que eu fiz de bom e de ruim que coisa cansativa não dá para ter um ritual zinho bem rápido não alguma coisa assim mais simples eu recebi no facebook o seguinte de uma jovem olha santana conhece eu sou de religião tal tocando a sua ajuda para fazer um trabalho quando eu vejo isso de gueto meu deus lá vem jesus eu não sei como é o procedimento de vocês é a situação em gaza mesmo eu dei um print direi o nome dela que quer depois votar num livro e queria que você existe algum trabalho que possa fazer esse sim pode fazer um trabalho a gente tem um trabalho para fazer como é é um trabalho de reforma moral que ao invés de você querer tomar o marido da sua prima ela queria fazer um trabalho pra isso você aceita a felicidade dela tem humildade de reconhecer que ela tem um metro está naquele momento e busca o seu veredito mal do outro construir você um aspecto dignidade que atraem bom então a sua vida é um trabalho que a gente faz lá no centro espírita se você quiser e é bem simples e um manual chama-se evangelho aí a pessoa se desconectou se eu tivesse dito tem custa três mil reais ela vinha aqui porque as pessoas querem soluções mágicas querem fantasias nesse momento apesar de deixar em si ar dois grupos tanto no espiritismo a gente pode então aqui pegar esse evento levar para outras religiões os que estão atraídos apenas pela parte material da manifestação e os que já aprofundou sua moral eles nos dizem não obstante ela espera o primeiro passo não obstante a simples aceitação da doutrina em seu princípio é o primeiro passo que ele facilitará o segundo só que eles dizem uma coisa meio chata em outra vida porque tem gente que só receptando ou seja encarnando para ver se os aplicativos entre direitinho e o sistema funciona legal o que emperrou não fez o upgrade do sistema está lá não roda mais coisa nova isso é uma condenação não tem quem consiga nessa mesma mas eles são tranquilos e tem gente que vai postergar está aqui aquece nas baterias está atraindo fernando na próxima vai querer mais porque a gente avança a lei do progresso opera sempre sem cessar mas aí eles nos chamam para nossa espera de responsabilidade pessoal ea inesperada resultado pessoal ele começa a dizer o seguinte se não é um rito se não é uma coisa externa e ninguém vai lhe salvar se não vamos fazer por você a tarefa é sua como eu vou para racionalizar elas colocam o primeiro homem de bem como o modelo nem trouxe um homem de bem para discutir propõe que a gente lê porque quando a gente lê o homem de bem em 90 segundos petismo a gente desiste meu deus tá longe demais não chego nem sabe uma prova que tem 100 questões você marca nenhuma você a sespa é quando a gente lê o homem de bem aí quando vai conversar de espírito s/a que já tomei encaixa em alguns itens pelo menos eu não quero ver nessa prova da existência e aí eles vão dizer o seguinte é esse que consegue ir além do fenômeno e que querem fazer reforma moral eles têm algo que os identifica tem um tempo princípio bem claro para você conseguir identificar que você já conhece esse verdadeiro espírita ou esse verdadeiro religioso e qualquer aspecto da manifestação espiritual no planeta pela sua transformação moral ou seja aquilo que ele busca impacta na vida dele aponta que há uma transformação não é apenas uma adesão intelectual um gosto pela literatura qualquer coisa que eu seja o infinito mas aquilo chega e impacta e gera mudança a uma transformação na ordem moral não na ordem é a aparência porque dá para vestir uma roupinha de santo dá pra seguir algum tipo de rito que algumas religiões tenius a roupa assim assado desse ou daquele jeito ou não certas apetrechos essa mudança de aparência todo mundo consegue fazer então agora você reconhece de fato o indivíduo que que foi além porque há uma transformação moral e esse na formação moral não é alcançada do nada não é tipo assim cheguei lá e os espíritos me transformaram ou a religião me transformou jesus entanto não eu faço um esforço essa transformação moral acontece porque eu faça um esforço e esse esforço tem um foco esse esforço é para dominar as mais inclinações então o indivíduo que está avançando na evolução do sexo oral na maturidade senso moral ele vive algumas coisas primeiro ele reconhece mas inclinações ou seja tem uma sombra eu tenho uma sombra eu tenho inveja ódio raiva e ressentimento desejo de vingança eu tenho eu reconheço não posso julgar ninguém não posso julgar porque eu tenho uma sombra todos têm inclusive eu isso não me torna melhor mas também não torna pior eu tenho que me amar porque ninguém melhor do que eu porque todos têm sombra mas eu tenho a mim eu só posso cuidar da minha se eu tomar tudo que eu faço ficou na sombra dos outros para cruzar a ponte a para fofocar fulano não presta que é uma periguete isso aqui é um ladrão que é um corrupto porque eu não estou querendo avaliar a mim mesmo estou me negando-me infantilizando apontando outra nuvem mim é a projeção da sombra que onde vai falar do projeto minha sombra quando o indivíduo quer fazer mas não para aí eu tenho minha sombra só posso lidar com uma sombra dessa história que a minha com a sombra de açúcar não posso fazer nada nele com a minha não está a gente fica com a nossa eu posso fazer com a minha se pode fazer com a sua então eu tenho uma sombra essa sombra ela mim ela manifesta se por inclinações que não são boas então ademir necessidade de um esforço quando eu faço esse esforço primeiro reconhecer na sombra passa um esforço para combater essa maquinação eu comece a executar a ação chamada reforma moral reforma íntima é uma receita não é uma é uma digamos assim uma a uma uma radiografia dos em evolução ele sim ele sabe que tem sombra ele se esforça para combater esse quando acontece ele tem uma transformação moral e dizem mais enquanto um se completa com horizontes limitados aquele que apenas na aparência o outro que compreende a existência que alguma coisa melhor resposta para se libertar e aí deixa bem claro e sempre consegue sempre consegue quando dispõe há uma vontade firme ou seja de fato não existe possibilidade alguma de que tenhamos e que estejamos enfrentando algo que não temos competência para enfrentar o ditado popular salvamento vai dizer que deus dá o frio conforme o cobertor que deus jamais dar uma prova que nós não podemos suportar cabe a nós portanto ninguém se importará por mais aliás determina que ninguém não suporta quando a gente quer que as pessoas se importam informais é é a sombra que me pertence é a reforma que me pertence é a transformação que pertence como isso é tão complicada era matar o outro que não pensa como o que eu penso que estou fazendo por deus a reforma dá muito trabalho então minha obra com deus não vai ser me reformar minha obra com deus vai ser limpo o meu deus a todo mundo quem não acreditar com o mato mesmo que tenha tentado matar mesmo jeito que ela quer matar ver a ordem como é que vai estabelecer no fundo o fundamentalista muito está tão distante e tão distante daquilo que ele diz ser um praticante que ele prefere matar para fugir da própria consciência da distância que está em diyala de deus de jeová de brahma qualquer que seja o nome que a gente dê ao supremo a distância tão grande que eu preciso ficar obtuso na morte para não enxergar a distância que eu tenho de deus neste momento por isso mesmo neste capítulo 17 anos e otimismo ele no chão agora uma parábola ó já entendeu que nós devemos amar os inimigos você já entendeu que tem um senso moral envolver já entendeu que tem que reconhecer uma sombra então você entendeu que tem pessoas que têm gradações de compreensão do espiritual tem pessoas mais lutas e pessoas - lutas e como é que nós podemos simbólica da uma simbologia sobre essa lucidez mais ou menos profunda já que deus faz o som master sobre justos e injustos joga segmento em todo canto o que é que acontece para que algumas coisas para que uma semente não prospere jesus nos chama então agora e o capítulo etapas e do evangelho juntos no chão esta paraíba que a parábola do semeador que nós sabemos joga em alguns tipos de terreno alguns completamente em festa um aparentemente espertíssimas m de profundidade e finalmente aquele que é fértil então fica para nós nós temos que então tornarmo-nos aquela música que dizem que demandam e roberto carlos gravou um homem em alguns shows que não não favoreceu mas ainda é tempo de plantar ou seja a qualquer momento o indivíduo pode decidir deixar de ser pedra traveu para ser solo fértil é uma escolha pessoal o senhor sempre jogar a semente porque nunca desisti de nenhum de nós agora a condição se pode permitir brotar é escolha pessoal sempre voltamos para nós mesmos num discurso fundamentalista é o grupo étnico é quem crê como eu ea guerra contra o outro grupo é errado é a incompreensão de que agi errado a guerra não é exterior à jigar de rádio a guerra é interior essa é muito mais trabalhosa é muito mais fácil matar o outro do que matar nos velhos costumes é muito mais fácil destruir o outro do que destruiu em mim os meus velhos hábitos é muito mais fácil enxergar samba de quintal do meu lado do que chegar às minhas próprias sombras porque dói dói a espécie do deserto eu e minha sombra sozinho no lugar em que ninguém lhe faz companhia só deus está comigo as pessoas se recusam a entrar é preciso projetar todas as guerras propostas simbolicamente nos livros sagrados da mandala nunca se trataram de guerra contra os outros nem contra os inimigos todas as guerras propostas são guerras contra o grande inimigo o nosso egoísmo o grande inimigo o nosso orgulho o grande inimigo a nossa vaidade mas o inimigo tão pezinho tão difícil é combatido que é muito mais fácil há grande risco de destruição do outro para fugir no combate interior como deus não desiste de ninguém um dia um dia todos esses irmãos nossos que era uma oportunidade que nós estamos tendo de ser chamado por verdadeiro combate trabalhoso a gente consegue outros nem tanto um dia um passo para frente e outra à tarde hoje eu perdôo amanhã quero que você morra hoje eu consigo tolerar amanhã não suporta ao tom da sua voz mas eu estou num esforço para combater as minhas más inclinações eu agora como paulo muito menos coloca ao menos tem uma meta porque antes nem isso eu tinha e aí o evangelho continua neste momento ele me chama pra algo fantástico nesse capítulo depois de demonstrar a proposta de perdão do inimigo de amar o inimigo e mostrar que alguns compreendem ou não a manifestação do espírito do sagrado que vai além da aparência que existe um esforço que existe uma sombra ser combatida e uma reforma para ser construída se você conseguiu isso minimamente não parou por aí se você conseguiu isso minimamente é preciso algo mais agora se você conseguiu com a ajuda do alto esclarecimento um esforço no combate às más inclinações de um deus que nos ama a si mesmo como sons de um deus que nunca desisti nós assim mesmo como somos de um deus que aposte nós assim mesmo que como somos de um deus que não nos ama em se nos comportarmos assim se nós acreditarmos acinte se nós nos vestidos assim se nós o cultuarmos assim de um deus que nos ama apesar de sermos quem somos a gente conseguiu entender-se conseguiu começar a avançar nesse processo de reforma nós conseguimos alcançar e penetrar dentro de nós encontrar o eu de mim já que somos imagem e semelhança de deus e somos nós começamos a acessar esse evento e esse é o divino tem um conjunto de normas de amor e aí agora que o capítulo chama para uma coisa o dever primeira vez tudo que nos é apresentada neste capítulo após esse relato do processo do indivíduo de penetração espiritual o dever o dever ea obrigação moral primeira para consigo mesmo e depois para com os outros aqui ainda em consonância como mar ao próximo como a si mesmo e continua o evangelho segundo o espiritismo o dever é a lei da vida encontramos lá nos mínimos detalhes como nos atos mais elevados quero falar aqui não somente é tão somente do dever moral e não aos deveres profissionais e continua na ordem dos sentimentos o dever é muito difícil de ser cumprido porque se encontra em antagonismo com nossas reduções e interesses do coração ou seja o dever vai de encontro à nossas marcas de nações mas quando a gente começa a agir no dever é que a gente começa de fato a fazer essa reforma moral se cristalizar e se solidifica vem a substância porque senão fica no estado de contemplação beat fica me sentindo ser angélico bom eu já não faço mal à natureza humana e já não agredido o meu vizinho eu já não me troca com as pessoas mas eu não faço bem nenhum já tá de bom tamanho ser ruim tá bom demais não já não sou ruim a outra é que de mais de mim mas mais ilumine a consciência dos que não chegar a esse ponto e continua as vitórias do dever não tem testemunha o dever íntimo se faz o que tem que ser feito ninguém vai elogiar e suas derrotas não sofrem repressão quando você é uma intimidade e ninguém vai reprimir veja como é realmente o que é teu comigo mesmo é diferente da norma de trânsito que o bulli tem um guarda sp para lutar e não no de ver ninguém elogia seu cumprir ninguém me reprimir não cumpre eu estou começando a acessar a de idade que há em mim há selos do mundo a ces ao da terra e continua o dever e íntimo do homem está entregue ao seu livre arbítrio e quando a gente acessa ele tem aí o avião da consciência o guardião da probidade interior olha a beleza do que ele nos propõe o guardião da propriedade interior neste momento no ponto do dever não necessito mais nenhuma fé que me diga você vai ou não vai pro céu o inferno que eu estou em estado de negação ninguém precisa me ameaçar com o inferno ou me seduzir um paraíso eu tenho um dever e integridade moral que não vai ser tocada por promessas ou condenações anteriores é outro nível e consciente é massa de ouvir né a gente chega lá óbvio que a gente chega lá mas como precisar se de ver como é que eu posso identificar a escrever quando ele começa onde acaba o dvd começa precisamente no ponto em que ameaçasse eletricidade a tranqüilidade do nosso próximo eu tenho um dever para com os outros eu não só tem um dvd não ameaçá lo como eu tenho de ver com a felicidade do outro e termina no limite em que eu não desejo que essas coisas sejam ultrapassados em mim mesmo e é até bonito o dever então é o resumo tom épico de todas as especulações moraes todas as pessoas morais sobre a filosofia da moral por exemplo dos pré-socráticos até hoje todas as especulações elas estariam contidas num senso de integridade interior que chamaria o evangelho de dever é uma intérprete desde a alma que enfrenta as angústias da luta ou seja cumprir o dever de enfrentar gustavo uma luta ele é austero e ao mesmo tempo dócil pronto a dobrar se as mais diversas complicações mas permanecendo inflexível diante das tentações o homem que cumpra o seu dever amadeus mas que as criaturas as criaturas mais que assim mesmo e ao mesmo tempo o juiz escravo de sua própria causa de eu já estar completamente instalado e nos consola e nos conclama ainda o dever dizendo o seguinte a obrigação moral da criatura para com deus jamais essa porque ele deve refletir as virtudes do eterno olha a responsabilidade somos amados por um pai que nos fez imagens semelhança dele e nos chama para que possamos refletir as suas virtudes se eu sou semelhança da virtude eu tenho que refletir a virtude por isso não tem nada mais horrível do que um bom conselho seguido de um mau exemplo porque o antagonismo da reflexão da virtude da excelente conselho mas dá um péssimo exemplo que não aceita um esboço do imperfeito deus não aceitam um esboço do imperfeito mas deseja que a grandeza de sua obra resplandeça os seus olhos ao nosso dever consolidar mentalista então qual nosso dever com as pessoas que acham que só elas têm razão qual é o papel dos trabalhadores da última hora como nos comportar diante do mundo que quer criar uma corda em belle gerante de antagonismo entre cristãos e muçulmanos entre bons e maus uma visão simplista e maniqueísta que não completa com tempo a intimidade das pessoas envolvidas no ambos os lados do processo é quando paulo trazendo novamente a citação do exodus a situação aliás de provérbios se torne tiver fome dá de comer se tiver seriedade bb paulo fita provérbios mas ele diz o seguinte porquanto agindo assim amontoar as brasas vivas sobre a cabeça dele olha a figura de linguagem que pausar brasas vivas como é que eu posso queimar o meu inimigo sendo bom pra ele quando mahatma gandhi e voltou para a índia depois de ter feito direito na inglaterra antes passado na áfrica do sul e se chocando com o apartheid mas percebeu que ela não era aquela luta dele porque tem um povo ao qual ele pertencia e uma cultura da qual participava que ele tem que lutar ele volta quando ele volta ele volta com uma uma sociedade dividida entre os dominadores os ingleses dominados os indianos que eram divididos entre um grupo de muçulmanos e hindus um suas várias danificações de ambos os lados e depois na morte dele gerou paquistão e índia na divisão política quando ele encontra aquele grupo ele percebe o psiquismo beligerante ele percebe que aquele que é dominado ver quem domina como inimigo e aquele que domina ver o que é dominado como inimigo e ele percebe que a única forma de acabar a guerra de fato ser vencida é não usar as mesmas armas do regime primeiro porque não tem depois porque numa guerra em que usa armas do inimigo do inimigo todos terminou morrendo ninguém ganha é uma guerra que não território osos ele propõe exatamente isso que tal propõe a pacífica a pacificação a não violência ela destrói o psiquismo daquele que antagônico amin experimente doce e gentil e amoroso com quem odeia a pessoa fica perdida ela não sabe como agir ela perde o argumento melhor ea pode perceber isso ela não consegue acreditar lá e vencer me desculpe me perdoe você tem razão ela para de coisas simples eu vou dar um exemplo que aconteceu comigo longe de ser um perdão de trânsito eu entrei precipitadamente em uma rua em que eu tenho para antes e quando eu entrei o indivíduo que vinha na rua estava certo porque vi na velocidade correta o que tinha que parar porque tinha placa de pare o indivíduo teve que desviar de uma buzinada e parou na sempre como esperando eu entrei na rua parei do lado dele abriu o vidro porque ele estava esperando que eu seguisse para ele me perseguir quando eu parei eu disse ele olhou para mim com muita raiva e eu entendi porque eu estaria no lugar dele também com muita raiva porque afinal de contas eu quase provocou um acidente estando errado e deixa assim o senhor pode me esculhambar que o senhor tá certo me desculpe mas isso não é bom ou não fazer mas não fechou o vídeo foi embora e eu fui embora porque não era o que ele esperava se vocês querem saber que sempre faço isso não mas que as poucas vezes que eu fiz é impressionante o resultado é o que na verdade mais do que aprender a agir conforme cristo que é nosso modelo de comportamento porque agir racional nós temos que aprender a reagir conforme ele dirige mais o autômato bem agir conforme o evangelho e massa você chega aqui chama todo mundo irmão da mensagem seja bem vindo ao seja você está agindo conforme o evangelho reagir conforme o evangelho fazer eu não quero essa mensagem você quiser a atmosfera condenado aí você não está reagindo achei que absorvesse b com ônibus coitado é quando você reage com o evangelho você então me desculpe eu não queria não quiser aqui e você faz uma prece por essa pessoa e entendo assim eu já tive assim e sei que quando a gente faz isso aqui tá muito mal isso é reagir conforme o evangelho não consente isso exige mais da gente por isso que paulo vai dizer isso quando uma grande disse reaja não retribuam mal com o mal não olhe nem com ódio o que ele fez o exército inglês estava treinado para matar um inimigo o inimigo tem que se comportar como tal como inimigo tem de jogar qualquer modo o top ten joga pedra o que tiver que quando ele faz isso de glória me matar mas se quando eu olho o inimigo está inerte olhando pra mim com serenidade e eu continuou atirando eu começo a perder o propósito não faz sentido eu começa a parar de atirar alguns soldados para tirar os coronéis generais continuem alguns não conseguiam recuava alguns voltavam era tratado como desertores mata ele que visitou então aquele que estava agora que era o meu amigo agora passava seu inimigo em vez de matar o inimigo ou matar o amigo o consultor perdeu a razão porque não tinha um inimigo então quando paulo vai dizer fazendo como provérbios manda titanic e personalidade e comerce terceira idade bebê agindo assim você vai mandar brasa cv na sua cabeça vai desconstruir o paradigma de que eu sou o inimigo vai desconstruir a idéia dele porque eu não tenho um deus que quis o culto ao pico com deus igual a ele eu mereço inferno vai desconstruir tem um grupo espírita lá em brasília que é muito grande é tão grande que estão pensando agora em funcionar 24 horas se ter uma idéia em 2010 são mais de dois mil cursos durante a semana milhares de pessoas é uma coisa impressionante e aí uma das pessoas que estão os partidos da oposição tendo muitas pessoas da região e fazer os cursos curso básico de espiritismo tal e quando a gente era de que o centro não serve só da igreja tal acreditar só a gente não agüenta e por que você tá aqui tentar entender o que o espiritismo a pergunta por que por que eu fui treinado para achar que todo espírita era do mal e todos os meus colegas de trabalho inter são os mais honestos olha a importância de entender que há grande um grande poder do evangelho está na reforma moral no discurso nós iremos estudar com certeza devem do evangelho sim o estudo reforça o sentimento de que estamos no caminho certo vim aqui hoje à noite buscar o evangelho jesus enquanto todo mundo escuta no caos é acreditar que quem manda em tudo aqui é ele o governador celeste que nos recebeu não ísis no estado islâmico não causa aparente o bem incessante acontece silenciosamente mas não tem um canal de televisão para sintonizar no canal de televisão só tem o mal porque dá ibope o chamamento é desconstrua tratando bem respeitoso sendo um ser humano decente do que você faz você está evangelizando o tempo inteiro a gente levar neste momento de francisco de assis quando diz assim devemos evangelizar sempre em qualquer lugar ea todo momento quando necessário usar palavras a força que existe no evangelho vivo o inimigo que chega pra mim e olha pra mim com óleo e não vê uma retribuição de óleo ele se perde ele não consegue o chamamento a eles não temos inimigos não temos antagônicos temos irmãos cegos e nós enxergamos um pouquinho dá los temos o dever o dever de fazer através de nós refletir essa luz iluminar as consciências muita paz a todos [Música] ah ah


[3537.19]
ah ah ah ah ah ah


[3545.75]



Description:
More from this creator:
Palestra realizada em reunião pública, na Sociedade Espírita Joanna de Ângelis (SEJA). Conheça mais as atividades da SEJA: www.sejaespirita.org.br

Disclaimer:
TranscriptionTube is a participant in the Amazon Services LLC Associates Program, an affiliate advertising program designed to provide a means for sites to earn advertising fees by advertising and linking to amazon.com
Contact:
You may contact the administrative operations team of TranscriptionTube with any inquiries here: Contact
Policy:
You may read and review our privacy policy and terms of conditions here: Policy